sexta-feira, 18 de dezembro de 2009

ISO 9000 e ISO 22000

Para quem não está familiarizado com as normas de gestão, a grande quantidade delas pode confundir ou deixar dúvidas do que trata cada uma. Neste breve artigo falarei sobre a NBR ISO 9000 e NBR ISO 22000.

Ambas as normas estabelecem requisitos para sistemas de gestão. O que as distingue é o foco ou ênfase de cada uma delas. A 9000, mais especificamente a ISO 9001:2008 estabelece requisitos para um sistema de gestão da qualidade. Dada a sua generalidade, é uma norma fundamental e serve de base para outras normas de gestão, como a ISO 22000. A ênfase desta é a segurança dos alimentos do ponto de vista do consumidor. A ISO 22000 segue a estrutura da ISO 9000, sendo que muitos requisitos são comuns, porém a ênfase é a segurança dos alimentos e não a sua qualidade. Por exemplo, enquanto que a ISO 9000 estabelece a necessidade de se estabelecer uma Política da Qualidade, a ISO 22000 tem o mesmo requisito para uma Política de Segurança dos Alimentos.

Apesar da estrutura comum, a 22000 é mais específica em sua aplicação e, por cosnenguinte, em seus requisitos. Enquanto que a ISO 9000 aplica-se a qualquer organização, independente do porte e da natureza do negócio, inclusive organizações da chamada cadeia de produção de alimentos, a ISO 22000 é específica para organizações que produzem ou fornecem produtos alimentícios.

Um questionamento comum por parte das empresas de alimentos é: qual norma adotar? Minha resposta é simples: as duas. A ISO 22000, por ser uma norma específica para o setor tem aplicação mais direta e apresenta resultados mais visíveis. Porém a implantação da ISO 22000 "sobre" a ISO 9001 é bastante facilitada, pois aproveita em muito a base documental e sistema existente.

Mas, por onde começar quando não se tem nenhuma delas? A resposta dependerá da situação atual da empresa. Se a mesma já opera com boas práticas de fabricação que oferecem um bom nível de segurança, é interessante implantar a ISO 9001, mas já pensando na ISO 22000. Mas se a empresa está sob pressão do mercado ou órgãos oficiais para aumentar a segurança de seus produtos, a prioridade deve ser a ISO 22000.

As duas normas trazem ganhos para a empresa de alimentos, mas quem mais ganha com isso são os clientes e consumidores.

Clóvis Gonçalves

1 comentários:

Anônimo disse...

é ótimo este esclarecimento para as empresas!!!!!!!!!!

Ingrid

Postar um comentário

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More

 
Design by Free WordPress Themes | Bloggerized by Lasantha - Premium Blogger Themes | Grants For Single Moms